quarta-feira, junho 30, 2010

Finas Novidades

2º Semestre na área! Mês de Julho chegando e a Finos estará de volta com atividades no Espaço Xisto Bahia, onde, como sabem, desenvolvemos o Projeto de Residência FINOS TRAPOS ABRIGO e MORADA. Aguardem, em breve a divulgação da programação completa! Abraço terno! OS FINOSOS

segunda-feira, junho 07, 2010

De volta a COLUNA "Fina Homenagem Mais que Merecida"

No mês em que a Finos faz Niver (Êêêêhhhhhhhh...), estamos de volta com a publicação da Coluna "Fina Homenagem Mais que Merecida".
Abaixo segue o texto de Polis Nunes (Sócia-integrante do Grupo), uma homenagem para a Finos pelos seus SETE anos de trajetória artística.
Aguardem, em breve novas homenagens!
OS FINOSTRAPOS
Povo da Finolândia!
Bom dia senhoras e senhores, meninos e meninas, moças e rapazes... O Grupo de Teatro Finos Trapos anuncia a chegada do “ESPETÁCULO SETE”.
Na sessão de hoje teremos de tudo, muitas surpresas, viagens emocionantes aos arquivos não-confidenciais, lembranças que surgirão enquanto se “assiste”, sorrisos de canto de boca, risos frenéticos, olhos lacrimejantes, choradeiras, soluços, tscs tscs tscs (Pra quem não sabe, TSC TSC TSC no nosso contexto, significa “Tô nem aí! Tirania!) e... (Momento particular de participação da platéia!)
Era uma vez... Não! Era uma vez, outra vez, não! Já foi assim no ano CINCO! Hunf...
Bem, advindos de um reino não muito distante da capital feliz, a terra de Finolândia surge em meio ao medo de se perder, a não adaptação imediata ao ambiente ora apresentado, crises de identidade, saudades de vários sentidos de fazer, 512 Km depois, ônibus da Viação Camurujipe ou Novo Horizonte e, às vezes, Salutaris, no tempo em que a passagem custava R$ 35 reais. As coisas mudam tanto...
O calor da soterópolis não aqueceu os corações, ao contrário, revelou uma frieza que foi meio que assustadora para aquelas crianças, quer dizer, jovens, pessoas, artistas... Enfim!
O novo “universo” não correspondia às expectativas esperadas para aquele momento tão ímpar na vida de cada um. “Não há lugar como o nosso lar!”
De fato, foi preciso transformar a realidade, procurar quem por ventura fosse da mesma tribo, quisesse jogar no mesmo time, compartilhasse dos mesmos ideais. É, aqueles jovens bem que tentaram, na verdade, tentam até hoje. De vez em quando aparece um ou outro jogador contratado, mas o contrato é por tempo determinado. Não é mesmo FINOSCOLABORADORES? Só o deles é vitalício, pena que não dá direito à carteira assinada, recolhimento de FGTS, plano de saúde e seguro de vida. Só dá direito a plano de carreira! Ah... Esse sim!!!
Aos espectadores da sessão, apresento as particularidades do mundo chamado “Finolândia”...
Hum! É ano de Copa do Mundo, então vamos relacionar!
Narração: Leitor Bueno
“Dacriseurbanaederelaçõespassa-separaosagradoeoprofanoemunião para“saberoquesequereondepretendechegar”, FinosviajahorrorespeloBrasil,deavião, daí vai-separaacoisadepartirquandonãosedámaisparacolher, esperarqueostemposmudem, aindanoataque,passaaoprazerdedançarcantarecontarhistórias, seguraqueéprêmiobraskemdeteatro, cincoindicaçõesem2007, finosseaproxima, fasecabeção, umanoeoitomesesmontandogennésius, quedeságuaemMeca!!!GOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL...”
Da Finos!!! Ui...
Todo mundo sabe, aliás, todo artista de teatro sabe: não é fácil viver de TEATRO no Brasil, por conta dessa dura realidade muitos tentam e, diferente dos persistentes, (Mas é persistente mesmo, sem cessar!) desistem e às vezes deprimem-se.
Hoje, arrisca-se afirmar que os membros do Grupo de Teatro Finos Trapos não alimentam muito o sonho de viver de TEATRO, mas na verdade tudo depende de COMO É esse viver de teatro. Isso é muito relevante, de fato!
Os Finosos, os Trapistas, os Finostrapianos, dão muita ração, suprimentos, vitaminas, sais minerais e barras de cereais para o sonho de continuar a fazer TEATRO, mesmo que não seja do jeito que se quer, do jeito que poderia ser, mas tão importante quanto sonhar, é fazer. E eles fazem!
Há sete anos, nasceu a idéia feliz de continuar a fazer e investir num teatro feito e pensado em GRUPO, como no interior, prenhe de sonhos, mesmo que parte deles, a princípio parecerem ser utópicos demais. Mas sem sonho, não se vive!
Quem poderia imaginar que os “finolenses” subiriam ao palco do Teatro Castro Alves (O palcão!) junto a um dos seus integrantes para receber o Prêmio Braskem de Melhor Direção para o espetáculo AUTO DA GAMELA em 2007?
Aonde que viajar de avião para a maior cidade do país carregando quase 300 Kg de bagagem passava pela cabeça deles?
O que significa receber indicações para todas as categorias do 1º Festival que eles participam, e ser contemplados com oito delas?
Porque quando a chuva destruiu todo o cenário de um espetáculo construído por madrugadas a fio, eles não “largaram para lá”?
São fatos apenas! Muitas dessas perguntas nunca tiveram suas respostas pensadas... Deixa estar, vamos fazendo! É legal...
Chega um tempo que é preciso refletir sobre a prática, sobre o fazer, pesquisar, discutir, pesquisar, discutir, pesquisar, discutir... Isso eles também fazem. Ok!
Contar uma história pode ser fácil ou difícil, depende muito do caminho que se escolhe para o fazer, os teóricos da comunicação dizem que existe uma tal de imparcialidade que é extremamente necessária para aquele que pretende não se envolver emocionalmente com o assunto narrado.
Hum... Sei não! Acho que essa tal imparcialidade não existe, é utópica!
Sete é um número decente, carregado de significações, relações, interpretações...A Finos atualmente encontra-se experimentando uma fase necessária, de organização interna. Depois da estréia do seu último espetáculo, GENNÉSIUS, em novembro de 2009, o Grupo esteve em Vitória da Conquista (Com Gennésius!) e voltou a se apresentar em março passado no Marco do Teatro promovido pelo Espaço Xisto, local onde a Finos desenvolve o FINOS TRAPOS Abrigo e Morada.
Carinhosamente e em espírito de brincadeira, os membros denominam essa tal fase, que vem, vai e volta, de Fase Cabeção: Escrever Projetos para captar recursos, reuniões, reuniões e mais reuniões (Nada de ensaios!), Oficinas, Leituras, Pensar e Refletir sobre a Fina Prática de ser e estar, um Grupo de Teatro atuante, de Produção Continuada, em Salvador, na Bahia.
Pois é! Eles estão em Fase Cabeção! Só Deus e São Genésio sabe até quando...
E o que é SER um FINOSO? Um TRAPISTA? Um FINOLENSE? Não tem preço!(Desculpa aê viu Mastercard!) Não está no Aurélio e nem no Houais, talvez sejam termos desconhecidos da Língua Portuguesa, ainda não chegou na ABLT...
Ô gente! As palavras não são a única forma de expressão humana, existe muita coisa no mundo que não dá para explicar com elas, e ser FINO da FINOS é uma dessas coisas. Alguém aí consegue resumir em no máximo cinco linhas O QUE É SER FINOSTRAPOS? Fique à vontade! O espaço é seu!
... Desejo a vocês, mais uns 20 anos de continuidade, principalmente naquilo que “voismecês” mais acreditam, e que pode ser diferente, o que nos une é o fato de acreditar, cada um do seu jeito.
Acreditar na vida, na arte, no teatro, no artista, na FINOS. Acreditar que sempre sobreviveremos às crises, que superaremos as saudades, as ausências, as depressões, os vícios, as TPMs, as vaidades epicenas. Que venceremos a burocracia que emburrece e embrutece o fazer artístico no nosso estado e no nosso país, o FCBA, a JUCEB e a Receita Federal. Que podemos ir além, que queremos ir além... Né?
Aqui peço licença para deixar a tal da imparcialidade que “tentou” reinar nesse texto e assumo o prazer e deleite que sinto ao redigir essas palavras, me assumo como FINOSA de coração, que ofereço pés e mãos para carregar esse nosso patrimônio cultural e imaterial, que é nosso, para nós e para o povo, conquistado com muita fé, persistência e perseverança. Isso também nos une e nos fortalece.
Mais uma vez, VIDA LONGA a Finos! Muita LUZ, que São Genésio nos abençoe e nos ampare nessa labuta que é ser ARTISTA, ser FINOARTISTA.
Parabéns amigos, parentes, irmãos! Eu os AMO MUITO do meu jeito e espero que aceitem de bom grado essa simples homenagem que vos faço.
Polis Nunes (Atriz integrante do Time Grupo de Teatro Finos Trapos, camisa 12) Pergunta: Quem é o TÉCNICO? Rsrsrsrsrsrsrsrs...
Salvador, 04 de Junho de 2010