terça-feira, maio 22, 2012

E Macabéa que só sabe chover...


Depois do instigante passeio pelo universo de João Cabral de Melo Neto, enveredamos no mundo de Clarice Lispector através de Macabéa, a menina triste e doce achatada de nariz. 

Daisy Andrade é Macabéa... Foto de Yoshi Aguiar
Amanhã, dia 23 de Maio às 20h no Espaço Xisto Bahia, o Grupo de Teatro Finos Trapos apresenta a Leitura Dramática do texto "História de Uma Lágrima Furtiva de Cordel". O texto é de autoria da nossa mais nova finacolaboradora Cristiane Barreto, e foi livremente adaptado da belíssima obra A Hora da Estrela de Clarice Lispector. 

Daisy Andrade e Francisco André - O Encontro... Foto de Yoshi Aguiar
A Leitura encerra a 1ª Edição da Ação SOTAQUE NORDESTINO que integra o Projeto Afinações, produzido pela Finos com recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia.


As ações do Projeto Afinações seguem até outubro deste ano, quando realizaremos a 2ª Edição do Sotaque.


Para nós, os FINOSOS, as Leituras estão sendo uma experiência enriquecedora e instigante, além do prazer proporcionado pelas parcerias que firmamos com os amigos Osvanilton Conceição e Cristiane Barreto, e com os atores que foram convidados para integrar os elencos das duas Leituras desta Edição.  


Esperamos vocês amanhã lá no Espaço Xisto! Fica ali nos Barris, no Prédio da Biblioteca Pública do Estado.


Com chuva ou sem chuva, Macabéa só sabe mesmo é chover...


Levem as suas sombrinhas e guarda-chuvas coloridos e vamos SOTAQUEAR...


Única Apresentação hein pessoal?!


O quê? HISTÓRIA DE UMA LÁGRIMA FURTIVA DE CORDEL, de Cristiane Barreto

Direção: Cristiane Barreto


Co-Direção: Rafael Sisant


Com: Daisy Andrade, Francisco André, Frank Magalhães, Hellen Durães e Polis Nunes


Músico Convidado: Tomaz Mota


Onde? Espaço Xisto Bahia


Quando? 23 de Maio de 2012


Que horas? 20 horas


Quanto? Entrada Franca


Maiores Informações: Assessoria de Comunicação Finos Trapos Produções 



(71) 9602 0765


Polis Nunes - Comunicação Finos Trapos Produções!

segunda-feira, maio 14, 2012

Sotaqueando João Cabral de Melo Neto... Finos Trapos apresenta "MORTE E VIDA SEVERINA" no Espaço Xisto Bahia


Amanhã, dia 16 de maio de 2012 às 20 horas no Espaço Xisto Bahia (Barris), realizaremos a Leitura Dramática da poesia severina, da história de tantos Josés e Marias, de Morte e Vida Severina.


Todos convidados à comparecer ao teatro!

Sotaque Nordestino  1ª Edição - Design de Yoshi Aguiar

MORTE E VIDA SEVERINA - De João Cabral de Melo Neto 


Direção: Osvanilton Conceição


Elenco: Daisy Andrade, Fernanda Avelar, Francisco André, Franclin Rocha, Frank 


Magalhães, Polis Nunes e Ricardo Andrade.


Trilha Sonora: Tomaz Mota


Onde: Espaço Xisto Bahia


Que horas: 20h


Quanto? Entrada Franca

sexta-feira, maio 04, 2012

Em Maio, SoTaQuE nOrDeStInO...


Depois do OfIcInÃo, é hora de enveredarmos um pouco pelo universo de João Cabral de Melo Neto e Clarice Lispector.

No próximo dia 16 de Maio, às 20 horas no Espaço Xisto Bahia, acontece a primeira das DUAS leituras que realizaremos na Primeira Etapa do SoTaQuE nOrDeStInO.




Cartaz SOTAQUE NORDESTINO/ Arte: Yoshi Aguiar
O SoTaQuE  é a única Ação do Projeto que terão duas EDIÇÕES realizadas em 2012.

Para esta primeira etapa, teremos no dia 16/05 (Quarta-feira) a Leitura de "Morte e Vida Severina", texto do maravilhoso João Cabral de Melo Neto sob a direção de Osvanilton Conceição.

No dia 23/05 (Quarta-feira), será a vez de "História de Uma Lágrima Furtiva de Cordel", texto de Cristiane Barreto livremente adaptado da obra "A HORA DA ESTRELA" de Clarice Lispector. A direção também será de Cris.

A seguir, um pouco sobre os diretores convidados à trabalhar nesta 1ª Edição do SoTaQuE nOrDeStInO, bem como a Ficha Técnica de cada Leitura.





Osvanilton Conçeição
OSVANILTON CONÇEIÇÃO

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia, Ator, Arte-Educador, Mestre em Artes pelo Instituto de Artes da UNICAMP (2011) Especialista em Linguagens da Arte pelo Centro Universitário Maria Antônia - USP (2009) Licenciado em Teatro pela Universidade Federal da Bahia (2006). Atuou na Companhia de Teatro Popular da Bahia (1999 - 2006). Foi membro fundador da Companhia de Teatro Popular Cirandarte no Estado da Bahia (2000 - 2002), Idealizador e coordenador do Núcleo Itinerante de Artes Cênicas. Estuda Processos Criativos em Teatro de Rua e desenvolve pesquisas acerca de Jogos Teatrais, Contato-Improvisação e de Danças Populares Brasileiras como Coco, Ciranda, Jongo, Cavalo Marinho entre outras. 





“Morte e Vida Severina”
Texto: João Cabral de Melo Neto
Direção: Osvanilton Conceição
Dia: 16 de Maio de 2012 - Espaço Xisto Bahia (Barris)/ 20h - Entrada Franca
Elenco: Daisy Andrade, Fernanda Avelar, Francisco André, Franclin Rocha, Frank Magalhães, Merjory Kênia e Polis Nunes.
Músico Convidado: Tomaz Mota




Cristiane Barreto - Foto: Cristiane Barreto
CRISTIANE BARRETO

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Escola de Teatro da UFBA. Atriz, Professora de Teatro, Diretora e Dramaturga. Bacharel em Interpretação Teatral pela Escola de Teatro, UFBA (2000), Licenciada em Artes Cênicas pela Escola de Teatro, UFBA (2006), Especialista em Metodologia em Ensino Superior pela Faculdades Integradas Olga Mettig (2008), Mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas – PPGAC- UFBA com a Dissertação “A TRAVESSIA DO NARRATIVO PARA O DRAMÁTICO NO CONTEXTO EDUCACIONAL”. Atualmente leciona e coordena o Curso Técnico Profissionalizante – Arte Dramática – no Colégio Estadual Deputado Manoel Novaes.


“História de Uma Lágrima Furtiva de Cordel”
Texto: Cristiane Barreto
Direção: Cristiane Barreto
Dia: 23 de Maio de 2012 - Espaço Xisto Bahia (Barris)/ 20h - Entrada Franca                                                                     
Elenco: Daisy Andrade Francisco André, Frank Magalhães, Hellen Durães e Polis Nunes.
Músico Convidado: Tomaz Mota



Postado Por Polis Nunes - Assessoria de Comunicação/ Finos Trapos Produções

quinta-feira, maio 03, 2012

Próxima Etapa: "SOTAQUE NORDESTINO"... Mas antes, um pouco mais de "OFICINÃO"...

Ontem, dia 02 de Maio, foi uma noite muito especial para os OFICINEIROS, OFICINANDOS e FINOSCOLABORADORES da ação OfIcInÃo FiNoS tRaPoS. Realizamos a MOSTRA "A PRIMEIRA VEZ QUE VI O MUNDO... FOI PRA MIM QUE OLHEI", na Sala do Coro do Teatro Castro Alves.

Cena "Te vi Ali" - Ensaio Geral da Mostra - Foto de André Laws
Foi muito bacana! Depois de dedicarmos o fim de semana prolongado aos preparativos e ajustes finais para a Mostra, fomos agraciados pelo resultado que conseguimos alcançar depois de 30 dias de trabalho, sempre às segundas e quartas e em dois sábados de ensaios extras. Um tempo recorde para o trabalho que nos propomos a desenvolver, pois o Processo Colaborativo de criação, exige um pouco mais de tempo, dedicação e paciência tanto para quem está do lado do facilitador, quanto para quem está vivenciando o processo enquanto intérprete-criador.

Na noite de ontem, tivemos um público bastante receptivo e animado. Foi emocionante!
Foram bons e instigantes momentos de partilhas, de trocas, fomos de Clarice à Édipo, exercitamos olhar para si e para o outro, refletimos no pensamento e no espelho, assistimos, criamos e fomos moldando aos poucos a nossa construção coletiva.

Cena "Objeto do Desejo" - Ensaio Geral/ Foto: André Laws

Nós acreditamos nisso, nos nossos desejos, nos sonhos e nas possibilidades abertas pelas nossas ações, individuais e coletivas, nos processos de partilha, nas trocas, nas indagações, no TEATRO feito e produzido em GRUPO.
Agradecemos imensamente à todos os puderam participar conosco deste processo, aos 19 Oficinandos que concluíram a Oficina, aos 30 que foram selecionados e aos 54 que se inscreveram. Esta foi a segunda experiência da FINOS com o Oficinão Finos Trapos, e em ambas, colhemos um resultado muito positivo. Muito obrigada à todos! De coração! 

E seguimos com o Projeto AfInAçÕeS!

No próximo dia 16 de Maio, damos o pontapé inicial na primeira etapa do "SOTAQUE NORDESTINO" com a Leitura Dramática do Texto "Morte e Vida Severina" de João Cabral de Melo Neto, sob a direção de Osvanilton Conceição. Já no dia 23 de maio, teremos a leitura de "História de Uma Lágrima Furtiva de Cordel" o texto é de Cristiane Barreto e a Leitura também será dirigida por ela.

Aguardem a divulgação de mais informações sobre o "SOTAQUE", aqui no BLOG FINO, no nosso perfil no Facebook e etc. e tal.

Evoé ao Projeto AfInAçÕeS!!! 

Grupo de Teatro Finos Trapos 2012!

Polis Nunes - Assessoria de Comunicação Finos Trapos Produções